Consultre

“Atualizado com a nova Lei 13.874 de 20 de setembro de 2019 que autoriza a digitalização e a possibilidade de eliminar documentos físicos.”

Metodologia para elaboração de plano de classificação e tabela de temporalidade

Vagas limitadas 2

Atenção! É recomendável que faça sua pré-reserva com antecedência para garantir sua vaga, pois muitos cursos esgotam suas vagas bem antes do prazo.

Garanta sua vaga agora ou fale conosco:

BT_INSCRICAO Whatsapp3

Apresentação

O grande volume de documentos e processos digitais e físicos e a ausência de critérios técnicos para acumulação de documentos e informações que permitam estabelecer e controlar sua produção, uso, tramitação e arquivamento, com definição de prazos de guarda e destinação final, constitui um grande desafio enfrentado diariamente pelas organizações públicas. Este curso apresenta, de forma extremamente didática, uma metodologia que auxiliará as instituições na construção de planos de classificação e tabela de temporalidade, com uma orientação prática adquirida pelo facilitar ao longo de 35 anos de vivências nos arquivos em todos os estados brasileiros.

Objetivos

Orientar a construção de plano de classificação e tabela de temporalidade fundamentada por uma metodologia de trabalho de simples compreensão e de fácil aplicação, para que as instituições fortaleçam suas ações de gestão de documentos digitais e físicos e consigam reduzir suas massas documentais, privilegiando guardar apenas aqueles de valor para as instituições.

Público alvo

Servidores que atuam de forma direta e indireta com a gestão de documentos, que tenham a responsabilidade de orientar ou elaborar a construção de planos e tabelas de temporalidade. Entre esses se destacam arquivistas, bibliotecários, técnicos de arquivo e demais profissionais que atuem em arquivos e (ou) protocolos, gestores que necessitem alinhar a gestão estratégica de suas instituições à política de arquivos e informações, bem como àqueles que compõem ou formarão Comissões de Avaliação e Destinação de Documentos de Arquivos – CPAD, entre outros.

Programa

Como formar as equipes de trabalho:

  • A opção contratar consultoria;
  • Buscar assistência técnica de instituições arquivísticas;
  • Construir com a CPAD;
  • Colaboradores internos;

A elaboração do Projeto de Pesquisa para construção do plano de classificação e tabela de temporalidade

Alinhamento das equipes:

  • A capacitação da equipe para a construção dos instrumentos de gestão arquivística;

Métodos de coleta de dados:

  • Questionários;
  • Entrevistas;
  • Workshop;

Fontes de pesquisa:

  • Avaliação de fontes;
  • Delimitação da pesquisa;
  • Validação das fontes de coleta de dados para subsidiar a elaboração de instrumentos de gestão arquivísticas;

Identificação das unidades produtoras de arquivos:

  • Cadastro para controlar e se relacionar com as unidades produtoras. Fortalecendo a comunicação para tomar decisões;

Levantamento da produção documental:

  • As bases para construção dos instrumentos de gestão arquivística;
  • Definição de política de gestão da informação;
  • Preservação do suporte ou mídia;

Montando o plano de classificação de assuntos:

  • Os modelos de referências e as metodologias disponíveis nas instituições públicas e privadas;

Como elaborar a tabela de temporalidade e de destinação de documentos de arquivo:

  • Identificação de valores dos documentos – prazos prescricionais e precaucionais;
  • Documentos que formam as pesquisas históricas para compor os arquivos permanentes;

Construção de índice:

  • Método para elaboração de índices;

Validação com base em aplicação na MDA (MDZ);

Consulta pública para validação pelos setores da instituição;

Plano de governança dos instrumentos de gestão arquivísticas:

  • Garantir a manutenção da qualidade dos instrumentos do plano de classificação e da tabela de temporalidade.

Comentários sobre o artigo 10, da Lei 13.874, de 20 de setembro de 2019, que altera o artigo 2º da Lei 12.682, de 9 de julho de 2012, que autoriza a digitalização de documentos de arquivo e a possibilidade de eliminar documentos físicos, após o implemento da gestão de documentos.

Instrutor: Luiz Fernando Duarte de Almeida

Arquivista e bibliotecário documentalista. Especialista em Planejamento, Organização e Direção de Arquivos pela Universidade Federal Fluminense – UFF; especialista em Documentação e Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.  Aposentado como Analista Judiciário, área especializada, especialidade Arquivologia do Tribunal Superior do Trabalho – TST. Coordenou a Gestão Documental e Memória do TST e do CSJT; o Comitê Gestor do Malote Digital da Justiça do Trabalho; o Grupo de Trabalho de assessoramento em Gestão Documental ao CSJT. Secretariou o Comitê Gestor do Programa de Resgate da Memória da Justiça do Trabalho – CGMNac-JT. Foi membro da Câmara Setorial de Arquivos do Judiciário junto ao Conselho Nacional de Arquivos; e como membro do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname) junto ao Conselho Nacional de Justiça. Coordenou e implantou os projetos: Arquivoteca Digital; Memorial do TST; planos e tabelas de temporalidade; certificação Programa Memória do Mundo – MOW Brasil, fundo Conselho Nacional do Trabalho – CNT, concedido pela UNESCO; 23 projetos de exposições temporárias; Laboratório de Restauração e Conservação de documentos. Chefiou a Seção de Conservação e Arquivo do Ministério Público Federal – PGR. Atuou como consultor Centro de Pesquisas da Petrobrás – CENPES onde desenvolveu o planejamento e a organização de arquivos técnicos setoriais; ministrou cursos para o SEBRAE, Confederação Nacional da Indústria, Petrobrás e Escola de Administração Fazendária – ESAF. Coordenou a área de capacitação em arquivos no Grupo TED – RJ. Foi arquivista do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, por 25 anos. Secretário executivo do Comitê de Deliberação dos Sistemas de Documentação e Informação do INSS – CEDIN. Idealizou e implantou o projeto CEDOCPREV em várias unidades do INSS. Liderou, junto ao Novo Modelo de Gestão do INSS, a equipe de gestão de documentos e de processos administrativos eletrônicos. Atuou como Vice-presidente da subcomissão do SIGA, junto ao Ministério da Previdência Social. Publicou 2 (dois) livros na área de arquivos. Ministrou cursos de arquivo para instituições em todos os estados brasileiros, durante 37 anos. Instrutor da Consultre desde a fundação da empresa.

Investimento

R$ 2.790,00 – Valor promocional para inscrições até 20 dias que antecede o curso.

R$ 2.990,00 – Valor normal.

*Valores especiais para Grupos: Sob consulta, conforme número de inscritos neste ou em mais eventos. Envie e-mail para consultre@consultre.com.br.

Incluso: Material didático e de apoio, pasta executiva, coffee-break, almoço e certificado.

Horário e carga horária

08:00 h Credenciamento (apenas no primeiro dia)
08:30 h Início da aula
10:30 h Intervalo
13:00 h Almoço*
14:00 h Retorno à aula
16:30 h Término da aula

Carga horária: 21 horas

Local e data

  • João Pessoa/PB: 17 a 19/06/2020
    • Hotel Verde Green – Endereço: Avenida João Maurício, 255, Manaíra – João Pessoa/PB.
      Tel: (83) 3044-0000 – www.hotelverdegreen.com.br
      Sugestões de hospedagem

 

  • Recife/PE: 21 a 23/10/2020
    • Hotel Internacional Palace Lucsim – Endereço: Avenida Boa Viagem, 3722, Boa Viagem – Recife/PE.
      Tel: (81) 4009-2500 – www.lucsimhoteis.com.br
      Sugestões de hospedagem

Vagas limitadas 2

Atenção! É recomendável que faça sua pré-reserva com antecedência para garantir sua vaga, pois muitos cursos esgotam suas vagas bem antes do prazo.

Garanta sua vaga agora ou fale conosco:

BT_INSCRICAO Whatsapp3

Dados para emissão do empenho*

Razão Social: Consultre – Consultoria e Treinamento Ltda.

Endereço: Av. Champagnat, 645, Sl 502, Ed. Palmares, Centro – Vila Velha/ES – Cep: 29100-011

CNPJ: 36.003.671/0001-53

Insc. Estadual: Isento

Insc. Municipal: 24.687-0

Tel/fax.: 27 3340 0122

Site: www.consultre.com.br

E-mail: inscricao@consultre.com.br

* Estamos cadastrados no SICAF

 

Forma de pagamento

Por meio de depósito, DOC ou ordem bancária, em favor de:

CONSULTRE – Consultoria e Treinamento Ltda.

Banco do Brasil

Agência: 1240-8

Conta Corrente: 105.895-9

Certidões Negativas

A Consultre mantém atualizadas todas as certidões negativas que comprovam sua regularização com órgãos competentes, além de estar cadastrada no SICAF.

. Receita Federal / INSS

. CNPJ

. FGTS

. TRABALHISTAS

. Certidão Negativa Estadual

. Certidão Negativa Municipal

Cursos In Company

Este curso pode ser realizado fechado em sua empresa. Solicite orçamento aqui.

Course Reviews

N.A

ratings
  • 5 stars0
  • 4 stars0
  • 3 stars0
  • 2 stars0
  • 1 stars0

No Reviews found for this course.

0 ALUNOS

    Agenda de cursos

    Cursos In Company

    Desenvolvido por Phidelis